O Balanço Patrimonial é um relatório que demonstra, de maneira clara e assertiva, a situação financeira de um empreendimento.

Por considerar os ativos e passivos de um negócio, seus bens, dívidas e lucros num determinado período, o Balanço Patrimonial é um documento importantíssimo para gerenciar corretamente a área econômica da sua empresa.

Com ele, é possível tomar decisões com mais facilidade, compreender para onde seu dinheiro está indo e até mesmo definir um planejamento tributário mais apropriado para sua empresa.

Quer entender melhor quais as vantagens de fazer um Balanço Patrimonial e outros conceitos relacionados a ele?

Fique comigo até o final do artigo e descubra as informações essenciais para utilizar essa ferramenta, com a ajuda de um contador.

Balanço Patrimonial: o documento mais importante para garantir um bom gerenciamento financeiro

O Balanço Patrimonial é um documento elaborado por um contador com o objetivo de apresentar a situação econômica de um negócio em um determinado período.

Sendo um dos demonstrativos financeiros mais importantes de um empreendimento, o Balanço Patrimonial é composto por ativos, passivos e patrimônio líquido dessa empresa.

O documento tem várias finalidades, como:

  • entender a movimentação financeira de sua empresa;
  • tomar decisões mais assertivas;
  • elaborar um planejamento tributário apropriado;
  • usá-lo como base para planejamentos futuros, inclusive redirecionamento de valores para fundos de investimento.

Ao final de cada exercício social, a empresa deve apresentar o Balanço Patrimonial com todos os demonstrativos necessários, junto com o DRE, Demonstrativo de Resultados do exercício.

Para uma assertividade no resultado desse documento, o total de ativos deve ser equivalente ao total de passivos, garantindo um valor positivo do patrimônio líquido.

Para apresentar um equilíbrio entre as partes, pode-se usar a fórmula básica:

  • Ativo = Passivo +Patrimônio Líquido

Assim, uma empresa que possui R$ 350 mil em ativos e R$ 75 mil em passivos, deve apresentar R$ 275 mil em patrimônio líquido.

Você já sabe o que são os ativos, passivos e o patrimônio líquido no Balanço Patrimonial? Confira a seguir.

Ativo, passivo e patrimônio líquido: o que são estes termos para a contabilidade?

Os ativos, na contabilidade, são todos os bens, recursos e direitos de um empreendimento.

É tudo aquilo que pode gerar algum valor, em certa medida, para a empresa, como equipamentos, veículos, itens em estoque, imóveis, etc.

Já os passivos são contas e obrigações que a empresa deve pagar. Os salários, contas mensais, impostos, entre outros, são passivos de um negócio.

No Balanço Patrimonial, os ativos e passivos são divididos em grupos:

  • Ativos circulantes: bens e recursos que podem virar dinheiro vivo em até um ano, como contas a receber, aplicações, itens de estoque, etc;
  • Ativos não-circulantes: são recursos e bens que necessitam de mais de um ano para se tornarem dinheiro, como imóveis e investimentos;
  • Passivo circulante: estes são contas, despesas que devem ser pagas dentro de um ano, como impostos municipais, estaduais e federais, fornecedores, empréstimos, etc;
  • Passivo não-circulante: despesas e obrigações a serem pagas em mais de um ano, como empréstimos de longo prazo.

Já o patrimônio líquido é a soma de todos os recursos em posse da empresa. Para isso, são considerados o capital social, prejuízos acumulados, os valores investidos por cada sócio, reserva de lucros etc.

O patrimônio líquido indica, no Balanço Patrimonial, quanto de lucro os donos da empresa obtiveram em um determinado período.

Qual o período ideal para realizar o Balanço Patrimonial?

O Balanço Patrimonial deve ser realizado ao final de cada exercício social, período contabilizado durante o ano, de 1 de janeiro a 31 de dezembro.

Por isso, o documento costuma ser feito de 12 em 12 meses, seguindo o ano-calendário.

Para elaborar o Balanço Patrimonial é imprescindível a posse de um Relatório Contábil, além de ser obrigatório sua entrega junto ao DRE.

Como elaborar um Balanço Patrimonial assertivo?

No Balanço Patrimonial, alguns cálculos são utilizados na sua elaboração:

  • Indicadores de renda: estes são os lucros da sua empresa, correspondentes ao Giro de Ativos, Retorno sobre os Ativos e o Retorno sobre Patrimônio Líquido.
  • Indicadores de liquidez: são valores que podem ser disponibilizados em pouco tempo, podendo ser de liquidez imediata, liquidez corrente, liquidez seca e liquidez geral.
  • Indicadores de dívidas: estes indicam os valores que compõem as dívidas do seu negócio. Para isso, é utilizado o grau de endividamento ou o endividamento, cada um com um cálculo específico.

Entender e executar esses cálculos sozinho pode gerar insegurança e incerteza.

Para garantir um cálculo e gerenciamento financeiro correto e positivo, a RSIM Contabilidade e Finanças trabalha com diversos serviços, desde a abertura de empresas até o planejamento tributário do seu negócio.

Você precisa de ajuda em algum assunto de contabilidade, como a execução e análise do Balanço patrimonial?

Entre em contato conosco e saiba mais sobre os nossos serviços. Estamos prontos para ajudá-lo.

Imagem por Freepik.

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.