Você sabe o que todas as empresas de sucesso possuem em comum? Dentre tantos resultados positivos, um dos pilares mais fundamentais é a forma com a qual é feita a gestão financeira.

Em contrapartida, a falta de uma gestão financeira pode abrir as portas para diferentes consequências. E, engana-se quem pensa que estamos falando somente de prejuízos financeiros.

Ou seja, erros cometidos na gestão das finanças empresariais podem levar uma empresa à falência. Por isso, este é um assunto que deve ser tratado com muita atenção pelos empreendedores.

Com tantas atividades a serem feitas, um empreendedor pode acabar não dando a atenção que suas finanças merecem. Contudo, o que ele não sabe é que este é um risco para a sua empresa.

Por isso, contar com um serviço especializado, como uma contabilidade, se apresenta como fundamental. Afinal, o contador poderá ter uma visão mais ampla e estratégica não somente da gestão financeira, como da empresa como um todo.

Se você deseja entender como manter a gestão financeira da sua empresa em dia, leia o nosso conteúdo! Aqui, separamos alguns dos erros mais comuns que as empresas cometem.

Portanto, leia até o final e descubra como fazer com que sua empresa se mantenha em dia com suas finanças. Vamos lá?

O que é a gestão financeira de uma empresa?

Como foi possível compreender, a gestão financeira é um dos pilares mais importantes de uma empresa. Afinal, é por meio dela que um empreendedor pode gerir os seus negócios de forma saudável.

Ou seja, um controle financeiro assertivo permite não somente que uma empresa se mantenha em dia com todos os seus compromissos, como também investir no seu crescimento.

Em contrapartida, a falta de uma gestão financeira pode trazer sérios problemas para uma empresa. O que acaba resultando em prejuízos financeiros e, consequentemente, dívidas.

Por isso, é indispensável que todo empreendedor olhe para as finanças da sua empresa com seriedade. Isso porque, estamos falando de um dos fatores que podem impulsionar o seu crescimento no mercado.

Por que se atentar à gestão financeira?

De acordo com dados levantados pelo IBGE, por meio do estudo Demografia das Empresas e Estatísticas de Empreendedorismo, cerca de 6 a cada 10 empresas encerram as suas atividades ainda nos seus cinco primeiros anos.

E, dentre os principais problemas que justificam o fechamento de uma empresa, temos a falta de uma gestão financeira eficiente. O que faz com que seja fundamental olhar com atenção para as finanças.

Neste momento, nada melhor do que conhecer alguns erros cometidos na gestão financeira, né? Afinal de contas, assim você poderá evitá-los, mantendo sua empresa sempre em dia com a organização financeira.

Aproveite também para ler sobre: Qual é o processo para abrir uma empresa em Belo Horizonte?

3 erros de gestão financeira nas empresas

Muitos empreendedores podem estar cometendo alguns erros financeiros mesmo sem perceber. Ou seja, mal sabem que eles estão colocando o futuro de suas empresas em risco.

Desta forma, separamos alguns dos erros mais comuns que devem ser evitados na gestão financeira de todo e qualquer negócio. Acompanhe a seguir e descubra como ter um relacionamento saudável com as finanças empresariais:

1. Misturar finanças pessoais e finanças empresariais

Sem sombra de dúvidas, um dos erros mais comuns na gestão financeira de uma empresa é a falta de separação entre finanças pessoais e empresariais.

Ou seja, é comum encontrar empreendedores ou sócios usando o dinheiro do caixa da empresa para pagar uma ou mais despesas pessoais, como arcar com uma conta de luz, por exemplo.

Deste modo, é possível se deparar com o saldo insuficiente para pagar alguma conta referente à gestão da empresa, precisando recorrer assim à contratação de uma linha de crédito.

Neste momento, o ideal é ter uma separação de contas, uma para uso pessoal e outra para a empresa. Além disso, a definição de um pró-labore para os sócios também surge como uma saída.

2. Não acompanhar o fluxo de caixa

O fluxo de caixa é uma das ferramentas mais importantes na gestão financeira de uma empresa. No entanto, alguns empreendedores podem acabar não dando a atenção necessária para ele.

Logo, a falta de controle financeiro pode fazer com que um empreendedor não saiba qual é a próxima conta a ser paga. O que faz com que ele precise negociar o pagamento ou postergá-lo.

Desta maneira, é de suma importância ter o hábito de gerir o fluxo de caixa constantemente. Assim, será possível organizar as suas contas, arcando com elas dentro do prazo estabelecido.

Leia também: Precificação de serviços

3. Não contar com uma contabilidade

Muitos empreendedores e gestores olham para a contabilidade somente como um serviço que atua na apuração de impostos. No entanto, o papel de um contador vai muito além e cumpre um papel fundamental.

Ao ter o apoio de uma contabilidade, uma empresa terá um apoio para lidar com as suas finanças, além de ter uma visão mais ampla e estratégica acerca da gestão do negócio como um todo.

Ou seja, além de ter uma apuração de impostos mais assertiva, você terá um serviço conectado à todas as obrigações da empresa. Portanto, não deixe de contar com o auxílio de contadores.

Aproveite para entrar em contato com a RSim Contabilidade e Finanças para, assim, descobrir como nós podemos contribuir na gestão da sua empresa. Afinal, o nosso compromisso é com o seu crescimento!

Imagem: Freepik

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.