Você sabia que o custo de um funcionário vai além do valor que é pago pelo seu salário? Muitos empreendedores podem acabar comprometendo as finanças de uma empresa por não conhecer todos os custos por trás de uma contratação.

Isso porque, ao manter um funcionário em uma empresa, é necessário arcar com uma série de despesas. Além do próprio salário, existem também alguns tributos que devem ser pagos.

Deste modo, no final das contas, será possível compreender que o custo de um funcionário tende a ser bem mais alto do que muitos pensam. O que faz com que seja necessário ter um planejamento em mãos.

Após entender o valor que uma empresa paga por cada um dos seus colaboradores, será possível tomar decisões mais estratégicas e assertivas, com o foco de manter as finanças sempre em dia.

Sendo assim, que tal entender melhor qual é o custo de um funcionário? Para tirar todas as suas dúvidas sobre este assunto, continue acompanhando o nosso conteúdo até o final.

Aproveite e leia também sobre o que é e qual a importância de um contrato de prestação de serviços

Mas afinal, qual é o custo de um funcionário?

Ao abrir uma empresa, um dos vários compromissos que você terá pela frente será definir qual o valor do salário pago aos seus funcionários, porque é sobre este salário que incidirá custos e benefícios. Aqui, contar com o apoio especializado é fundamental.

Depois de ter essa definição em mãos, chegou o momento de fazer a contratação de novos funcionários, certo? Neste momento, é de suma importância que um empreendedor entenda as regras da Consolidação das Leis de Trabalho (CLT).

Isso porque, de acordo com a CLT, todo colaborador contratado por uma empresa tem os seguintes direitos, que são custos agregados ao salário:

● 13º Salário;

● Férias;

● Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

No entanto, os valores acima, que também implicam o custo de um funcionário, não são os únicos que devem ser levados em consideração. Ou seja, existem também outras despesas que influenciam no valor desembolsado por uma empresa.

Quais valores implicam no custo de um funcionário?

Sem sombra de dúvidas, um dos maiores erros financeiros de uma empresa é não se atentar aos seus gastos mensais. Isso porque, existem diversas atividades que devem ser colocadas em prática.

Desta forma, no momento de calcular o custo de um funcionário, o correto é levar em consideração todos os valores que são investidos. O que vai muito além do salário e do que a CLT prevê.

Se você, empreendedor, tem dúvidas sobre o que estamos falando, não precisa se preocupar! Separamos alguns exemplos para que seja possível entender quais gastos são esses:

● Vale-transporte;

● Vale-refeição;

● Plano de saúde;

● Plano odontológico;

● Treinamentos;

● Auxílio-creche;

● Uniforme;

● EPI’s;

● Entre outros.

Viu como podem ser muitos os gastos envolvidos na contratação de um funcionário?

Os itens acima podem ser obrigatórios, custos inevitáveis, ou benefícios, custos planejados.

Agora, imagina não tomar conhecimento deles e, sem se atentar para as finanças de uma empresa, fazer a contratação de vários colaboradores?

Aqui, temos um contexto que, certamente, trará vários problemas financeiros para o dia a dia de uma empresa. O que, inclusive, pode acabar colocando a sua manutenção no mercado em risco.

Vale a pena contratar um profissional PJ?

Uma das alternativas que, nos últimos anos, vêm crescendo cada vez mais no mercado é a contratação de profissionais no modelo PJ (Pessoa Jurídica). Aqui, o funcionário não tem a sua carteira de trabalho assinada.

Ao optar por essa categoria, uma empresa não se vê mais obrigada a ter que arcar com alguns benefícios previstos ao funcionário, como é o caso do pagamento do 13º salário, férias, entre outros.

Desta maneira, você pode estar pensando que se tornar um PJ é uma péssima escolha para um colaborador. No entanto, nem sempre é assim, uma vez que ele pode acabar recebendo uma remuneração maior.

Além disso, uma Pessoa Jurídica encontra uma maior liberdade, uma vez que, em alguns casos, ela pode controlar o seu horário de trabalho e, assim, prestar serviços para diferentes empresas.

Já sabe qual é o valor de um funcionário?

Como foi possível perceber, calcular o custo de um funcionário não é uma das tarefas mais fáceis. Isso porque, até mesmo o regime tributário de uma empresa interfere no valor final.

Com isso, o ideal é que a empresa conte com o apoio de um serviço especializado, como o de uma contabilidade, para tomar decisões mais assertivas, como qual o momento certo para fazer uma nova contratação.

Portanto, se você deseja entender mais sobre as finanças da sua empresa e como mantê-las saudáveis, não perca a oportunidade de entrar em contato com a RSim Contabilidade e Finanças.

Somos uma contabilidade digital preparada para apoiar o crescimento saudável da sua empresa. O que leva em consideração assuntos como tributos, encargos e compromissos financeiros.

Não deixe de acessar o nosso blog e curtir as nossas redes sociais para continuar acompanhando o nosso conteúdo, ok?

Até a próxima!

Imagem:

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.